A emoção, a razão e a Paz de Deus na direção de nossas vidas.

tumblrimagem (418)

 

Muitas vezes queremos sempre ter aquela experiência sobrenatural que tivemos naquele acampamento ou no meu batismo do E. Santo, ou até quem sabe, aquela satisfação inigualável dos dias que aceitei o Senhor. As emoções não movem o motor da História, elas são tremendamente importantes, mas não são os sentimentos que fazem sua vida caminhar rumo à maturidade cristã, é a sua razão, sua decisão de obedecer à Palavra de Deus. Nada pode estar acima da Palavra de Deus: nenhum estatuto de igreja, nenhuma maldição humana, nenhuma constituição de nenhum país ou mesmo sua família. A Palavra de Deus é soberana na direção de nossas vidas. A Palavra de Deus em I Tess 5 fala: “não desprezeis profecias”, mas diz também que a profecia ( I Cor 14.4) é para edificação, encorajamento e consolação. Se uma pessoa der uma profecia diretiva para você ela tem que estar em concordância com a Palavra de Deus. É muito bom nós termos irmãos de oração para compartilharmos com eles o peso e muitas vezes quando oramos vem uma palavra profética para nos encorajar naquilo que o Espírito Santo está nos levando. A direção de sua vida tem que vir do Espírito Santo, da Palavra e de suas autoridades espirituais; cuidado com emoções, elas parecem muito com o sentimento de paz que o Espírito Santo nos dá, por isto, temos que confirmar com a razão: com a Palavra e com nossos irmãos mais experientes no conselho.

O livro de provérbios inicia-se elogiando a sabedoria, qualificando-a, nos chamando para ela para que tenhamos uma vida saudável. Conhecido como o livro dos princípios (provérbios de sabedoria) ele vai nos levando inteiramente até o capítulo 31 baseado na razão, na busca por sabedoria e princípios. Não há um capítulo sequer em provérbios baseado na emoção, na tomada de decisões ou uma vida baseada na emoção. A emoção é muito edificante quando ela está alicerçada na razão, nos princípios. Não é o ódio, não é a paixão romântica, não é a beleza, a adrenalina que movem a História. Quando sentimos um gozo, uma alegria de fazermos aquilo que é a vontade de Deus, estas emoções soam muito mais com a Paz que vem de Deus em nossos espíritos. Assim, cada um com seu homem interior devem levar sua vida com a razão conduzindo a emoção.

A emoção também não pode ser desprezada em nossas vidas, pois somos humanos, sendo humano o nosso sentir é importante. Nosso organismo produz nossas emoções. A depressão como quadro clínico são desarranjos em nosso cérebro onde os neurotransmissores não estão fazendo suas sinapses, seu curso natural no cérebro (dopamina, serotonina, noredrenalina, adrenalina). São eles que nos dão sentimento de prazer, energia física, vontade, vivacidade e humor. Quando o Espírito Santo quer confirmar algo em nós ele vai usar nossas emoções, estes neurotransmissores juntamente com a Paz que acontece antes do cérebro – no mais fundo de nós mesmo – que é o nosso espírito: lugar de habitação do E. Santo, de demônios (casos de possessão) e da consciência que emite esta Paz espiritual. Muitas vezes temos uma situação que temos paz emocional, mas ela é contraditória com a Palavra de Deus. Este tipo de paz não pode dirigir sua vida se ela é contraditória com o E. Santo. A Paz que é do fundo vem do seu espírito humano e é repassado pelo Espírito Santo ao seu espírito, emitindo ele ao seu cérebro para você sentir. Assim esta Paz espiritual que Paulo chama em romanos de “árbitro de nossas vidas” não pode ser produzida por você, mas somente sentida. Ela não vem de nós, mas vem de Deus, pois, estamos sob o Governo Dele.

A forma mais correta de nós conduzirmos nossas vidas e lendo e entendendo a Bíblia. Toda Paz espiritual está de acordo com o entendimento certo da palavra. Olha a doutrina da Graça: se a entendemos ela nos traz uma Paz espiritual profunda em nossas vidas, pois, nos tira da condenação da lei e do entendimento das escrituras de maneira errada e religiosa. A condenação, a culpa, são muitas vezes o palco de falsas emoções para tirar sua paz da salvação pela Graça em Cristo Jesus. A religiosidade tira você do foco de Deus, te leva a paralisar na sua jornada.

Siga em Paz com Deus que é fruto do governo Dele em sua vida e conduza-se com sabedoria e sempre dirigido pelo Espírito Santo. Que nossas emoções estejam nos alegrando em sintonia com o Espírito Santo.

A paz do Verbo,

Pr. Silvério Peres. 

Deixe uma resposta

*